Blog Universo Welding

A Soldagem em Primeiro Lugar!

domingo, 27 de setembro de 2009

Automação na Soldagem!!!!!!






“As pesquisas na área da soldagem não buscam o aprimoramento dos processos, mas buscam afastar o soldador do ambiente de solda, por ser altamente agressivo. Durante a realização de uma solda o soldador fica exposto a radiação emitida pelo arco, à gases tóxicos provenientes de reações químicas no arco, e aos salpicos de gotas de metal fundido a altas temperaturas. Além de estar em um ambiente altamente insalubre, o soldador ainda realiza muitas tarefas: como justar parâmetro e variáveis de soldagem, controlar a qualidade do cordão de solda, guiar a pistola, etc. Este tipo de trabalho faz com que o soldador fique fadigado rapidamente e isto é uma das principais causas da baixa produtividade em procedimentos com solda manual. Assim, para diminuir a interferência humana na realização das soldas, há cada vez mais tendência à automatização dos processos de soldagem. Este fato faz com que o operário não fique tão exposto aos efeitos nocivos à saúde e também faz com que se aumente a quantidade de material depositado por hora e consequentemente a produtividade. A realização de soldas retilíneas e curvilíneas no plano com uma certa regularidade são muito importantes. E esta regularidade é difícil de ser alcançada com soldagem manual, pois o soldador, por mais experiente que seja, não consegue manter constante por um longo período, parâmetros importantes, como velocidade de soldagem, altura de arco, ângulo de ataque e posicionamento da pistola sobre a trajetória. Mesmo se conseguisse manter estes parâmetros de soldagem constantes ao longo de um cordão, outra dificuldade que surgiria para o soldador, seria reporduzir repetidas vezes a mesma soldagem. este é mais um motivo para a utilização da soldagem automatizada.”



O artigo acima faz parte de um Trabalho Técnico Científico apresentado no 3.º Congresso Brasileiro de P&D em Petróleo e Gás (outubro de 2005). O título do trabalho é “Aplicação de um equipamento na mecanização da soldagem em superfícies de tanques” e de autoria de Billy Alceu de Abreu, Prof. Jair Carlos Dutra, Dr. Eng. Carlos Eduardo Broering. Laboratório de Soldagem, LABSOLDA, Universidade Federal de Santa Catarina.

Retirado do site: http://www.soldaautomatica.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário